Terapia Comunitária - O que é?

A Terapia Comunitária é um espaço de partilha de vivências onde, através da palavra e da escuta respeitosa, os membros de uma comunidade vão construindo vínculos de apoio e soluções aos seus problemas cotidianos. É participando das conversações na Roda de Terapia Comunitária que se alcança a autonomia e a confiança por meio da ação terapêutica do próprio grupo, que relata e resgata suas histórias e experiências de vida na procura da solução dos conflitos pessoais.

Uma Roda de Terapia Comunitária é um grupo de ajuda mútua e um instrumento que permite construir redes sociais solidárias de promoção de vida e saúde, assim como a mobilização dos recursos e competências dos indivíduos.

20/07/2009

Chuuuuuuuuuuuvaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!

Boa dinâmica de acolhimento! video
Ler mais...

Texto de Ana Raquel Octaviano - Terapeuta Comunitária de Piraí

Compartilho, porque tocou profundamente o meu coração! "No fundo do poço têm uma luz que brilha, Porque areia com água pode virar ouro. Depois de se afogar e se debater e emergir de novo, Você pode boiar e ser resgatado por sereias, Porque ninguém sabe, ao certo, O tamanho e a dimensão do que é recompensa. Tenho me debatido em ondas, Elas tentam sempre me arrastar para o fundo. Insisto em balançar os braços, a cabeça, O coração. Quando estou afogando consigo ver peixes brilhantes, E imaginar que falta de ar têm cheiro de mato molhado. Sou especialista em afogamentos e ressuscitações. Perco as contas de quantas vezes revivo. Ás vezes, não sei se sofri tanto durante a tormenta, Porque insisto em admirar os peixes coloridos, E pensar que o balanço de quem é sacrificado pelo mar é bom. Sofro muito mais, me parece, Quando volto para o mar e bóio. Não entendo bem o propósito de ter emergido, se vou afundar de novo. E não desfruto bem o prazer de boiar, Eu adoro boiar. Porque vivo na expectativa das grandes ondas, Todos nós vivemos um pouco isso. Pensando bem, os peixes coloridos são meus amores, meus companheiros de jornada que me dão fôlego. Quando me alegro com eles, sei que os verei brilhando sempre, Boiando ou no fundo do mar. Emergir é muito provisório, E ás vezes é difícil desfrutar a vida, Como se satisfação não pudesse durar muito. O que é melhor? A expectativa, os sonhos sobre algo que supomos que vai ser muito bom, Ou a realização e a real vivência disso? Quantos atropelos, os que vêm, e os que produzimos, os externos e os internos Precisamos suportar? Ondas grandes são a vida, É preciso suportá-las E parece absurdo mas boiar também é um desafio, Suportar maresias, calmarias depois de muitas ondas. Dar conta de sustentar prazer por muito tempo. Recompensas são para quem consegue, Pra quem não produz mais dor do que o permitido, Pra quem agüenta o tamanho das ondas, Cada um têm as suas, no seu tamanho e proporção. Sobrevive a elas quem sabe que areia e água que brilham pode ser ouro, o nome disso é coragem."
Ler mais...

13/07/2009

Gentileza

Por isso eu pergunto À você no mundo Se é mais inteligente O livro ou a sabedoria
Ler mais...